A Lua Cheia

A Lua-cheia

é uma etapa do Ciclo da Lua  e do Sol

que  traduz o relacionamento e a “Tensão” maior

destes dois Astros

“Tensão” que revela a biPolaridade-do-Mundo.

Isso a que alguém já chamou um dia,

o “drama-do-Universo”.

 

A Astrologia ensina, que ao nível da Psiquê

a Lua cheia   simboliza

a Luz   da  Consciência, o Sol

a-Ver-a-Lua, o inconsciente,

por Si,  totalmente Iluminada.

 

Ir da Lua   para o  Sol

é enfrentar o  Eu-Sou-Divino

que em nós desperta,

vindo da memória-sombria do Passado,

para a  Luz-Maior-da-Consciência.

 

A Lua-Cheia,

é uma grande Oportunidade Cósmica :

poder Unir-em-nós a divisão-do-Mundo,

sair, das nossas Trevas-interiores,

a “Prisão-ancestral”, o desamor,

 que ainda nos habita.

 

Sentir a Lua-cheia   é renascer na  Claridade   

que vem-de-dentro,  Luz  que “rasga o Véu-do Templo,

o nosso Templo-interno,

e nos liberta da Solidão  existencial !

 

Á fase do “frente-a-frente” da Lua e do Sol

chama-se Oposição.

É o limite do conflito.

 

Devemos viver as nossas Crises, até ao seu limite

até á sua máxima-Oposição, a sua Luacheia..

Porque, como ensinavam antigos Mestres chineses,

na “tensão máxima de duas energias em conflito,

só quando dois-Polos se vêem “frente-a-frente”,

podem “virar” no seu contrário!

 

 

                    Maria Flávia de Monsaraz

                                Estoril  Setembro / 2016

0 respostas

Deixe uma Resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *